5 de jan de 2011

Esta Ministra nomeada por Dilma é coisa séria.
Olho nela.
Já sabíamos de antemão que ela viria para rediscutir a questão do aborto.
Mas não esperávamos que viesse tão rápida e ampla: descriminilização do aborto, união civil gay e Comissão da Verdade para apurar os crimes da Ditadura e abrir os arquivos, entre tantas outras coisas à frente dos Direitos Humanos.
Agora é apoiar, lutar, manter, exigir.
Como o clássico: orar e vigiar.
Ela é a ação de Dilma à frente da Secretaria dos Direitos Humanos.