29 de fev de 2012

Jaina Elne lança novo disco no TAM



A voz já conhecida em alguns recantos da noite natalense -  recifense e paraibana também - ganhou o registro adequado e se fará ouvir de uma forma diferente. A cantora potiguar Jaina Elne fará neste sábado o show de lançamento de seu primeiro CD de canções inéditas, "Sem passagem de volta", às 20h, no Teatro Alberto Maranhão. Ela virá com  banda de sete músicos,  participações especiais e performances.
DivulgaçãoDe Areia Branca, Jaina hoje faz carreira na capital pernambucana
De Areia Branca, Jaina hoje faz carreira na capital pernambucana
"Sem passagem de volta" foi um disco gravado entre o Rio de Janeiro e Recife - aliás, onde já foi lançado em outubro de 2011. O repertório passeia entre MPB, pop romântico, reggae, samba e bossa nova, um pouco de tudo que Jaina canta nos palcos. Há contribuições de jovens autores de Pernambuco, Pará, e Rio Grande do Norte, como em "A toca", de Luiz Gadelha, e "Mulher rendeira no asfalto", de Cristina de Holanda.
O show terá participações da cantora Andreia Luiza (PE), e dos atores potiguares João do Vale e Wecsley Mariano, em performances para incrementar o palco. A direção é de Walter Klayson, pianista de Marina Elali.   O show terá base de canções inéditas, mas também abrirá espaço para músicas que influenciaram Jaina nas vozes de cantoras como Elis Regina e Marisa Monte. Depois dos shows em Natal, Mossoró e cidades do interior, Jaina partirá para uma temporada no Rio de Janeiro. Apesar de morar há seis anos no Recife, a cantora está sempre em Natal, e fez questão de que houvesse lançamento também aqui. "Sou daquele tipo de santa que quer fazer milagre em casa", brinca.
Jaina Elne nasceu em Areia Branca, e canta desde os nove anos. Nessa idade ela participou do concurso "A Mais Bela Voz". "Nunca mais parei. Desde essa idade eu canto para viver", afirma. Em 1995, abriu um show de Leila Pinheiro no projeto Seis e Meia de Mossoró. A repercussão levou a outro convite ilustre: abrir para Nana Caymmi. Desde então, já cantou em palcos diversos do Brasil. Um dos mais inusitados foi no bloco Galo da Madrugada, em Pernambuco, no carro de abre alas, em 2009. Foi a primeira potiguar a cantar no maior bloco carnavalesco do mundo. A moça tem voz e talento para várias ocasiões.