1 de fev de 2013

Privado é Público - O Carnaval de Lucarino


Privado é Público de fevereiro abre as atividades de 2013 homenageando o carnaval potiguar e uma de suas figuras mais icônicas

Exposição difundirá o legado do mestre Lucarino, através do acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro

Uma dos períodos mais festivos e coloridos do ano se aproxima, e com o carnaval, as mais espontâneas e efusivas manifestações da cultura popular brasileira. Pensando nisso, a Secretaria Extraordinária de Cultura e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA) iniciam as atividades do projeto Privado é Público, no ano de 2013, homenageando a maior festa popular do nosso país com a exposição “O Carnaval de Lucarino - Acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro”, que trará contará uma parte da história de uma das maiores escolas de samba do RN, de seu icônico mestre Lucarino e do apogeu do carnaval potiguar na década de 60 e 70. O lançamento acontece às vésperas do Carnaval, na próxima quarta-feira, 06 de janeiro, a partir das 18h, na Galeria Newton Navarro, na sede da Fundação José Augusto, já começando a empolgar ainda mais os potiguares. A exposição fica aberta para visitação até o dia 01 de março, de segunda à sexta, das 8h às 17h. Entrada gratuita.

Fundador do G.R.E.S Balanço do Morro no ano de 1966, Lucarino Roberto de Sousa, popularmente conhecido como Mestre Lucarino, conseguiu um legado de por o carnaval de Natal no topo do terceiro carnaval do país, perdendo apenas para o Rio de Janeiro e Olinda, considerado o grande pai dos foliões do Bairro das Rocas, devido ao seu envolvimento pessoal com seus foliões tirando-os das drogas e de qualquer problema familiar que fosse, Lucarino movimentou com bravura as noites de Serestas por todo o estado do RN e encheu de samba qualquer lugar que tenha passado. Compositor exímio de Sambas Enredo, não apenas para a sua Balanço do Morro, mas quem o procurasse com a missão de encher a avenida do samba de música e história.

A Escola de Samba Balanço do Morro surgiu de uma briga. Um dos maiores nomes do carnaval natalense, Mestre Lucarino, era componente da escola Malandros do Samba, mas em uma indisposição com os outros integrantes, resolveu se desvincular,  e faltando apenas 45 dias para o carnaval, no dia seis de janeiro de 1966, reuniu alguns amigos e fundou a Balanço, que já na estreia revelou-se grande campeã. 

Nome de rua, no bairro das Rocas, Mestre Lucarino ainda não teve um reconhecimento à sua altura, sua obra ainda encontra-se apenas em escritos, mesmo com algumas gravações recentes, o grande público ainda não tem acesso a muitas informações sobre este ícone da cultura potiguar.  Com este intuito de celebrar a importância desta figura que preenche o imaginário do carnaval potiguar que o projeto Privado é Público traz para o mês do carnaval uma singela homenagem para o Mestre Lucarino, mais orgulho potiguar, sob a curadoria de Wecsley Mariano.


Serviço:
Privado é Público – O Carnaval de Lucarino
Acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro
Abertura: 06/02
Visitação: até 01 de março, de segunda à sexta, das 8h às 17h
Entrada gratuita
Local: Galeria Newton Navarro, sede da FJA