24 de dez de 2009

Me provocaram


Eu estou mudando de cor até agora, Perplexo, como diria minha amiga Ked Mendes. Fui ver o Alto do Natal e não foi presiso, mais que dois movimentos dos bailarinos para eu sabero que viria. Mas houve superação e vi o pior espetáculo que já vi. UM conjunto desconexo de nada com coisa nehnuma. Estou pasmo até agora. Gostaria de lembrar, que isto é dinhiro público, amigos colegas de teatro, tá na hora de termos mais respeito, não dá para fazer uma merda daquela, apenas pensando na grana que vai ganhar, é preciso cidadania na hora de fazer as coisas. Estou me perguntado se Clotilde Tavares, veio ver este espetáculo. Ela com todo o seu cuidado, requinte e gabarito, após saber que seu texto, não seria maiis o encenado através da imprensa e na hora H, ver uma marmota daquelas. Eu tinha infartado, caso, não tivesse morrido antes. É assim que as coisas andam por aqui. É apenas o nosso primeiro Natal. Só espero que isto não sirva para desclassificar os nossos tão grandes profissionais da cidade e 2010 o Auto do natal não seja um desfile de globais. Nada contra aos globais, mas nada contra os daqui.

Aproveito e desejo a tod@s um feliz Natal e que tudo comece a se renovar!!!!!!!!!!!