8 de out de 2010

Enebriando a alma

Os primeiros segundos desse disco surgem, como uma criança tímida, mas não precisa muito para ver soar todo o poder musical de “Balada da Cidade Mágica” que acaba de sair do forno. Uma grande promessa, ou melhor, um cumprimento. O CD foge de melodias enfeitadas de grandes arranjos que atrapalham muito mais a beleza que o gosto por apreciar guitarras bem colocadas como são visíveis aqui. Trata-se de um repertório que navega bem aos ouvidos em qualquer momento. Este trabalho é uma bela compilação que serve para embalar situações diversas. Desde uma boa festa até um bate papo descontraído com amigos.
Há até momentos afrodisíacos serão bem embalados por esta Confraria do Cálice Profano que é liderada pelo meu amigo, irmão Donizete Lima.
Este CD é como um bom vinho, depois de bem curtido em barris de carvalho foi envelhecido (neste caso amadurecido) e quem desejar se embriagar com este aperitivo gole a gole é só aguardar logo mais, nas grandes prateleiras das melhores adegas musicais. Um conselho: É bom você pegar seu melhor acento, convidar os amigos para uma celebração  regada com a BALADA DA CIDADE MÁGICA e Donizete Lima com a sua CONFRARIA DO CÁLICE PROFANO. O resultado é requintado e pode ser apreciado sem moderação. Então, um brinde!