21 de out de 2010

Serra reclama por ter sido "atingido" por bola de papel durante caminhada


Assessoria chegou a divulgar que candidato teria sido vítima de um "pesado objeto" e informa que ele fez uma tomografia computadorizada




O candidato tucano à Presidência da República, José Serra, demonstrou incômodo por ter sido "atingido" na cabeça durante caminhada realizada ontem (20), na Zona Oeste do Rio de Janeiro, no bairro de Campo Grande. Apesar de, em nota, o PSDB ter anunciado que se tratava de um objeto pesado e contundente, gravações da emissorra de televisão SBT demonstram que, no final das contas, o “projétil” não passou de uma bola de papel.

Prova disso foi a ausência de ferimentos aparentes. Logo após atingido, Serra, inclusive, dava sinais de que ia continuar com a passeata. Após receber uma ligação, no entanto, levou a mão à cabeça, interrrompeu a caminhada e entrou na vã da campanha. Depois do incidente, ele foi encaminhado a uma clínica em Botafogo, tendo sido liberado logo em seguida.

Ainda assim, Serra foi submetido a uma tomografia computadorizada, embora o resultado do exame ainda não tenha sido divulgado. A assessoria de Serra disse ainda que a recomendação médica dada ao tucano teria sido de repouso, o que fez o candidato cancelar seus outros compromissos no Rio, que incluía visita ao estádio Maracanã.

Ao final da tarde, o PSDB emitiu nota em que responsabilizava os partidários de oposição pelo ocorrido. Em dado momento da caminhada, houve confusão entre militantes tucanos e petistas. Mais tarde, antes de ser divulgado que o objeto que atingiu Serra era uma bolinha de papel, a candidata pelo PT à Presidência, Dilma Rousseff, se defendeu dizendo que o seu partido não estava envolvido com no epísódio.

Confira a nota divulgada pelo PSDB
Durante caminhada pacífica em Campo Grande (RJ), com muita aceitação popular, a comitiva do candidato à presidência da República, José Serra, foi surpreendida por militantes da campanha adversária, que tentaram impedir-lhe o avanço.

Em determinado momento, acertaram a cabeça do candidato Serra com um pesado objeto. Com o golpe, ele ficou tonto e se submeteu a um exame médico inicial, onde os médicos sugeriram uma tomografia computadorizada e repouso. Por conseqüência, foi suspensa sua programação no Rio de Janeiro.

Nossa candidatura reafirma sua posição pela paz, tolerância e um governo de unidade nacional, pois entende que esse é o único caminho para o progresso no Brasi